Rumor Central de Rumores Xbox - "Eu aumento, mas não invento"

ronabs

Opa
Moderador
10,831
20,107
Porto Alegre
Microsoft/Xbox na DICE Summit 2019, às 20h30min.



Innovations Shaping How We Bring Fun to Billions of Gamers
Sarah Bond
Head of Global Gaming Partnerships and Development at Xbox/Microsoft

Innovations in technology, gameplay and business are transforming the way developers create, players engage and platforms participate. Looking at examples across industry and sharing insights from Microsoft, Sarah Bond will outline the forces shaping the game industry today and how publishers and developers can thrive in this new era of play.
 

The Herdy

Viciado é pouco
PXB Gold
3,823
1,187
Xbox Live
The Herdy
se for pra sonhar, então a nitendo, sony e ms se juntam e lançam o Ninplaybox, onde unimos o melhor de cada empresa e sai todos os jogos pra esse console, que seria fabricado em conjunto com as 3.
TOdo mundo ganharia.
o mais engraçado é que se isso acontecesse ia ter mta gente se mordendo e reclamando kkkkk
 

ronabs

Opa
Moderador
10,831
20,107
Porto Alegre
Pra quem não viu a conversa da Sarah Bond ontem na DICE, o link tá aqui, é bem legal, tem pouco mais de 20 minutos e fala sobre tecnologias, Xbox, xCloud, entre outros assuntos.


Alguns pontos interessantes sobre a parte Xbox/Game Pass.


Na época do Xbox 360, 75% da receita de um jogo vinha nos dois primeiros meses. Na geração do Xbox One, isso mudou consideravelmente, e os jogos levam até 24 meses pra chegar nos mesmos 75% de receita, mesmo aqueles em que não há qualquer maneira de monetização pós-lançamento.


O Xbox Game Pass entendeu essa tendência, apresentando indicadores de como as pessoas se relacionavam com jogos antes e depois do programa. Após assinar, os consumidores gastam 20% mais, jogam 30% mais e experimentam até 50% mais novos gêneros e jogos do que antes.

Como exemplo, ela comentou sobre Human Fall Flat no Game Pass. De todo mundo que jogou no Game Pass, 60% nunca tinha jogado um jogo de puzzle antes, algo até esperado, e que mostra que pessoas estão dispostas a conhecer coisas novas se o acesso é facilitado e não existe nenhum custo extra. Mas, desses 60%, 40% foi lá e comprou um jogo de puzzle que não estava no Game Pass. Ao derrubar uma barreira (jogadores e jogos de puzzle), a Microsoft conseguiu abrir as portas dos jogadores a um novo gênero, proporcionando novas oportunidades a desenvolvedores que não tinham nada a ver com a história.
 
Última edição:

ronabs

Opa
Moderador
10,831
20,107
Porto Alegre
Ah, outra coisa importante que ela falou foi como conectividade, cloud/nuvem e inteligência artificial/machine learning vão abrir as portas não para os 2 bilhões de gamers hoje, mas para 4 bilhões de gamers potenciais com tecnologias que irão permitir que eles joguem qualquer jogo, com qualquer pessoa e em qualquer dispositivo. É esse cenário que a Microsoft enxerga como realidade e é por esse futuro que a empresa tem feito as movimentações dos últimos anos, investindo em conteúdo, nuvem/servidores, streaming, controle adaptativo, etc.

 
10,617
9,439
Xbox Live
ravictal
Na época do Xbox 360, 75% da receita de um jogo vinha nos dois primeiros meses. Na geração do Xbox One, isso mudou consideravelmente, e os jogos levam até 24 meses pra chegar nos mesmos 75% de receita, mesmo aqueles em que não há qualquer maneira de monetização pós-lançamento.

O Xbox Game Pass entendeu essa tendência, apresentando indicadores de como as pessoas se relacionavam com jogos antes e depois do programa. Após assinar, os consumidores gastam 20% mais, jogam 30% mais e experimentam até 50% mais novos gêneros e jogos do que antes.

Como exemplo, ela comentou sobre Human Fall Flat no Game Pass. De todo mundo que jogou no Game Pass, 60% nunca tinha jogado um jogo de puzzle antes, algo até esperado, e que mostra que pessoas estão dispostas a conhecer coisas novas se o acesso é facilitado e não existe nenhum custo extra. Mas, desses 60%, 40% foi lá e comprou um jogo de puzzle que não estava no Game Pass. Ao derrubar uma barreira (jogadores e jogos de puzzle), a Microsoft conseguiu abrir as portas dos jogadores a um novo gênero.
Dados impressionantes.
 
11,739
6,576
Cotia
Xbox Live
Mortoxxx
Pra quem não viu a conversa da Sarah Bond ontem na DICE, o link tá aqui, é bem legal, tem pouco mais de 20 minutos e fala sobre tecnologias, Xbox, xCloud, entre outros assuntos.


Alguns pontos interessantes sobre a parte Xbox/Game Pass.


Na época do Xbox 360, 75% da receita de um jogo vinha nos dois primeiros meses. Na geração do Xbox One, isso mudou consideravelmente, e os jogos levam até 24 meses pra chegar nos mesmos 75% de receita, mesmo aqueles em que não há qualquer maneira de monetização pós-lançamento.


O Xbox Game Pass entendeu essa tendência, apresentando indicadores de como as pessoas se relacionavam com jogos antes e depois do programa. Após assinar, os consumidores gastam 20% mais, jogam 30% mais e experimentam até 50% mais novos gêneros e jogos do que antes.

Como exemplo, ela comentou sobre Human Fall Flat no Game Pass. De todo mundo que jogou no Game Pass, 60% nunca tinha jogado um jogo de puzzle antes, algo até esperado, e que mostra que pessoas estão dispostas a conhecer coisas novas se o acesso é facilitado e não existe nenhum custo extra. Mas, desses 60%, 40% foi lá e comprou um jogo de puzzle que não estava no Game Pass. Ao derrubar uma barreira (jogadores e jogos de puzzle), a Microsoft conseguiu abrir as portas dos jogadores a um novo gênero, proporcionando novas oportunidades a desenvolvedores que não tinham nada a ver com a história.
isso é algo bem interessante mesmo, pois quando eu pego um jogo a um preço bem baixo ou de graça eu sempre estou olhando as coisas para comprar, totalmente diferente de quando eu compro um jogo "full".
Acho q a tendencia de quem paga menos por um jogo é comprar mais.
Fiz isso no dead by daylight, onde mais de uma vez comprei as moedas do jogo para comprar skins.
 
1,121
2,000
São Paulo
Xbox Live
xDigitalFalcon
inXile está contratando para produzir jogos AAAs e precisam de quem tenha experiência com jogos no Unity e Unreal Engine 4. Se eu bem me lembro, acho que numa entrevista que fizeram com eles logo após serem adquiridos pela Microsoft, eles disseram que estavam já começando um novo projeto e que a Microsoft chegou até ver como que está, mas não deram muitos detalhes.

Ansioso pra ver no que eles estão desenvolvendo.
 

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,199
11,275
inXile está contratando para produzir jogos AAAs e precisam de quem tenha experiência com jogos no Unity e Unreal Engine 4. Se eu bem me lembro, acho que numa entrevista que fizeram com eles logo após serem adquiridos pela Microsoft, eles disseram que estavam já começando um novo projeto e que a Microsoft chegou até ver como que está, mas não deram muitos detalhes.

Ansioso pra ver no que eles estão desenvolvendo.
Assim, visualmente de repente o primeiro jogo não se destaque muito, equipe nova, time recém abrindo as asas e tal.
Mas minha experiência com Torment Tides of Numenara foi fantástica. Eu fiquei triste quando o jogo acabou. O nível de diálogo da história era muito legal. As opções diversas que vão muito além do que a gente vê nos últimos tempos nos RPG's de Bioware e Bethesda, por exemplo. Se tem um ponto do jogo que esses caras se dedicam, é o roteiro.