[SPOILER] FINAL de Red Dead Redemption 2

Qual foi seu final para o Arthur Morgan?

  • Final 1: Ajudar o John e carma ruim

    Votes: 2 4.8%
  • Final 2: Ajudar o John e carma bom

    Votes: 38 90.5%
  • Final 3: Ir atrás do dinheiro e carma bom

    Votes: 1 2.4%
  • Final 4: Ir atrás do dinheiro e carma ruim

    Votes: 1 2.4%

  • Total voters
    42
10,584
9,406
Xbox Live
ravictal
#1

Caso você não tenha notado, esse é um tópico de spoiler de Red Dead Redemption 2. Vamos falar livremente do final do jogo aqui. Então se você não terminou e se importa com spoiler, recomendo que não continue. Agora se você já terminou ou não liga para spoilers, segue o baile.

Certeza?
Bom, até aqui pelo o que vi após terminar o jogo, Red Dead Redemption 2 tem um final para a história do Arthur Morgan que se conclui ao final do capítulo 6. Esse final tem alguma variações de acordo com o seu comportamento/carma no decorrer do jogo e com a escolha que se faz ao final de ou ir atrás do dinheiro ou ajudar John Marston a fugir da zona toda.

O vídeo abaixo mostra todos os finais para o Arthur e suas variações. Marquei o tempo de cada final do vídeo abaixo.

Final 1: 00:00 - Ajudar o John e carma ruim.
Final 2: 10:01 - Ajudar o John e carma bom.
Final 3: 12:07 - Ir atrás do dinheiro e carma bom.
Final 4: 12:07 - Ir atrás do dinheiro e carma ruim.

E mantendo a tradição do primeiro jogo, após dois epílogos temos um final verdadeiro quando John Marston confronta Micha Bell pela morte do Arthur e a traição da gangue.


E aí?
Que final você pegou para a história do Arthur? Gostou? Se arrependeu?
Qual final você considera canon pra a história?

Gostou de jogar o epilogo com o John Marston?
 
3,083
2,717
Xbox Live
JudSanLive
#2
Eu me arrependi de ter sido mau o jogo todo. Matei a rodo muitos inocentes.

No final, depois que ele começou com os sintomas da tuberculose e começou a não ver mais sentido em tudo aquilo que estava acontecendo, eu não consegui mais ser mau.

Gostei da conexão feita nos créditos. Mostrando os policiais investigando e encontrando o John no rancho. O que conecta com o primeiro, em que ele é preso e obrigado a ir atrás do Dutch. Gostei muito da aprofundada que eles deram no John mostrando tudo que ele fez pra ficar com a Abigail e o Jack, vivendo como fazendeiro, comprando o rancho, pedindo ela em casamento, etc.

Por falar em Dutch, não entendi por que ele atirou no Micah Bell. Ele estava sendo um grande filho da puta, ao abandonar o Arthur e o John, que eram como filhos pra ele. Ai, aos 45 do segundo tempo bate uma de bonzinho nele e ele mata o Micah e deixa o dinheiro do assalto para o John. WTF?
 
Última edição:
Curtidas: CrivesRaid
211
154
Joinville, SC
Xbox Live
gluccafaedo
#3
Eu me arrependi de ter sido mau o jogo todo. Matei a rodo muitos inocentes.

No final, depois que ele começou com os sintomas da tuberculose e começou a não ver mais sentido em tudo aquilo que estava acontecendo, eu não consegui mais ser mau.

Gostei da conexão feita nos créditos. Mostrando os policiais investigando e encontrando o John no rancho. O que conecta com o primeiro, em que ele é preso e obrigado a ir atrás do Dutch. Gostei muito da aprofundada que eles deram no John mostrando tudo que ele fez pra ficar com a Abigail e o Jack, vivendo como fazendeiro, comprando o rancho, pedindo ela em casamento, etc.

Por falar em Dutch, não entendi por que ele atirou no Micah Bell. Ele estava sendo um grande filho da puta, ao abandonar o Arthur e o John, que eram como filhos pra ele. Ai, aos 45 do segundo tempo bate uma de bonzinho nele e ele mata o Micah e deixa o dinheiro do assalto para o John. WTF?
No momento em que ele abandona o Arthur no final, ele ja tinha percebido que o Micah era o X9. Quero acreditar que ele se meteu com o Micah denovo no final pra se vingar em um momento oportuno. Tanto que na interação entre ele e o John no final, o John pergunta o que ele ta fazendo ali e ele responde: "O mesmo que você, eu imagino." E o mais engraçado, é que depois de Guarma, onde ele mata a velha e nem pega a barra de ouro que ele havia pago a ela de volta, ele parece não se importar com o dinheiro, e sim com ser uma figura de lider e exercer poder sobre as pessoas, o dinheiro era apenas um mecanismo pra manter as pessoas do lado dele.

Agora minhas considerações sobre o final: A partir do momento em que o Arthur contrai tuberculose, a parte racional do meu cerebro sabia que ele não iria durar até o epilogo. Quando ele foi diagnosticado, apenas cimentou a ideia, e eu fui tomado por um sentimento de apreensão, o problema é que no momento em que o Arthur faz as missões pro Chuva Caindo, e ele fala que conseuiria algumas ervas pra melhorar a tosse dele, surge uma fagulha de esperança de que o conhecimento médico/mistico indigena iria curar o Arthur. Não rolou. A partir dali eu lembrei de um leak que aconteceu a quase 2 anos atrás que relatava exatamente o mesmo final pro jogo, Arthur morre e John assume, até a parte sobre construir Beecher Hope tava certo. Mas eu ainda não queria acreditar. Chega o maldito ultimo golpe no trem, a partir dali foi só choro. Literalmente chorei da ultima cavalgada ao acampamento em diante. Quanto o cavalo morre, foi ali que eu tomei um soco na garganta, a choradeira não parava mais, e quando o Arthur morreu olhando pro sol nascente ao som de Unshaken, eu larguei o controle e abracei os joelhos. Chega a transição dos anos e vejo John, Jack e Abigail na carroça, completei a missão e desliguei o console, liguei pra namorada, abracei minha mãe, não conseguia tirar a cena do Athur agradecendo o cavalo como seu ultimo ato de misericordia com o amigo que me acompanhou desde o inicio do jogo. Engraçado o vínculo não ter sido apenas um feature do jogo, e sim algo bem real, altamente significativo, mesmo que fosse um monte de poligonos renderizados por uma maquina. Só voltei a jogar no outro dia, quando o lado emocional quis barganhar com o racional. "Você vai ver que o Arthur nem morreu, o Charles ajudou ele a escapar e a forjar a morte pra que ele pudesse finalmente abandonar a vida de fora-da-lei, mas ele vai aparecer pra salvar o John denovo em um plot twist bizarro". Não aconteceu. Prosseguindo o epílogo chego ao momento onde a Sadie tem uma pista do Micah, e John vai se vingar. 6 tiros bem marcados na cara no X9. Mas fica uma reflexão: Arthur queria que o John corresse e não olhasse pra trás, pra que ele finalmente se livrasse dessa vida, mas John jogou isso fora e foi se vingar, o que levou aos Pinkertons perderem o rastro do Dutch, o que os forçou a procurar os membros restantes. Charles foi pro Canadá, Sadie não era essencialmente parte da gangue e não necessariamente fez parte dos crimes, além disso foi trabalhar como Caçadora de Recompensas, fazendo trabalho dentro da lei; Pearson foi pra Rhodes e abriu sua loja, e como era apenas o cozinheiro da gangue, não era de muito interesse dos agentes, o mesmo de Mary-Beth e de Tilly Jackson. Agora o John, era um membro ativo, o John cometeu os crimes e interferiu na investigação dos Pinkertons, desconsiderou o ultimo pedido do Arthur, ignorou os prantos da mulher, o que levou aos acontecimentos do primeiro jogo. Que vacilo, John.
 
8,910
5,394
#5
Eu não tenho o que reclamar do final, pra mim foi perfeito. Consegui o melhor final ajudando o John e com barra de honra no talo. Não fiz sabendo que o final seria melhor, mas sim porque não fazia mais sentido para o Arthur continuar naquela vida e é por isso que ele ajuda o John a sair dela. Não faria sentido algum também ir atrás do dinheiro, mesmo que dissesse que ele queria entregar ao John. Mais uma vez o "redemption" no nome é justificado. Foi assim que pensei na hora de tomar a decisão no final. Com essa narrativa excelente a Rockstar conseguiu botar você na pele do personagem.

O momento em que o Arthur entrega o chapéu e a bolsa ao John é simplesmente marcante e brilhante ao mesmo tempo. Parabéns à Rockstar.

Ainda antes do final é possível fazer as missões da viúva do fazendeiro de quem o Arthur cobra uma dívida no começo do jogo e de quem ele pega a tuberculose. E você pode ajudar ela e o filho ou não. Depois do final já com o John fui ler um jornal e descobri que ela se tornou uma bem sucedida dona de campos de golfe na California. Presumo que isso se deve à ajuda do Arthur, já que ela estava vivendo na prostituição. Detalhes impressionantes e o mais legal é a forma como a Rockstar faz com que o jogador vá buscar essas informações.

Tendo a honra alta também é possível expulsar o Strauss da gangue, já que ele emprestava dinheiro pra gente miserável e sem condições de pagar e colocava o Arthur como capanga pra cobrar e que acabou levando à morte dele no final. Diga-se de passagem, essas eram as missões que eu menos gostava de fazer e foi muito bom ver o Arthur metendo o pé na bunda do Strauss. Assim, acho que o Arthur teve a redenção completa.

Não vi vantagem em ter honra baixa nesse jogo. Se alguém souber me diga.

Eu gostaria muito que lançassem DLCs contando o que houve nesse hiato de 7 anos da história, mas acho bem difícil a Rockstar se mexer com isso se o online for sucesso (o que deve ser).
 
8,910
5,394
#6
Sobre o epílogo acho que foi tudo muito corrido. Fiquei embasbacado com o tamanho do mapa que se abre pra você explorar, mas ao mesmo tempo decepcionado por ver que quase nada desse mapa é explorado nessa missões do epílogo. Não sei se era a intenção da Rockstar ou se houve um corte de conteúdo pra entregar o jogo depois de intermináveis 8 anos de produção. Fui em Armadillo uma vez, mas não vi nada de missão, até vou voltar lá depois, mas só pra explorar. Ficou muito mal aproveitado e olha que aquela parte do mapa é simplesmente fenomenal com aquele cânion gigantesco.

Sobre a história em si foi um passo a passo para os eventos do primeiro jogo e não tinha muito como esperar que fosse diferente, só queria que fosse menos linear e corrido.
 
2,320
2,207
Barbacena
Xbox Live
IronLexPM
#7
Curioso que essa cena só acontece se você tem um vínculo alto com o cavalo. Se for um pangaré recente, Arthur nem dá bola.
Meu cavalo era especial e qdo ele morreu pensei na hora que havia chegado o fim pro Arthur, o jogo estava acabando. Em minhas andanças pelo mapa encontrei uma missão secundária onde realizei diversas atividades com um veterano de guerra e em uma delas o cara morreu e no seu leito de morte me pediu pra cuidar do cavalo dele. Tipo uma herança de pai para filho. Cuidei do cavalo e coloquei ele como meu principal e confesso, doeu ver o bicho morrendo.

Eu sou uma pessoa que tenta ser certinho, tenta, já que no Brasil vc por diversas vezes se sente um otário por estar fazendo o certo. Fui educado assim e não consigo fugir dessa regra nem mesmo nos jogos. Sempre acabo sendo um cara bonzinho. No meu final o Arthur estava com moral alta e resolvi ajudar o Jhon. Gostei muito final do jogo. Achei bem coerente e curti muito conhecer o Jhon de mais perto, ver tudo que ele fez pela sua família ajuda a entender bem o RDR. Qdo fechei o primeiro fiquei com uma sensação que o Jhon era um grande FDP, pq traiu todo mundo. Como o RDR não tem localização em PT BR, não consegui pegar 100% do enredo, logo, pra mim ficou a impressão que, mesmo com uma causa justificadora, Jhon era um traidor. Jogando o segundo título, a impressão já muda e ficou mais fácil digerir o que ele faz no RDR.

Achei o lance da tuberculose uma sacada filosófica que serve de lição de moral tanto para o Arthur, quanto para quem joga. Qdo ele passou mal pela primeira vez, na mesma hora veio a minha mente aquela missão onde o cara tosse na cara dele, lembro com exatidão que eles focaram muito na cusparada que o Arthur tomou. Mto foda.

Qto ao Duth, acredito que no final ele viu que tinha dado merda e que o único que ainda confiava nele, era quem o estava traindo. Vendo que tudo que construiu desmoronou, só lhe restava o Micah e tentou se iludir com isso até se deparar com o Jhon, qdo enfim, caiu em si e preferiu a solidão. De toda forma, também achei estranho, acredito que o Charles ou a moça dando um tiro nele e ele fugindo a cavalo, enquanto Jhon metia um balaço no Micah, seria bem melhor.
 
Última edição:
#11
Muito dahora esses finais altenativos !! TOP mesmo e que bom que fui uma boa pessoa pq morrer sendo uma pessoa ruim não é nada bom não.. bem pesado achei.

Quando termina a parte 2 do epilogo comento o outro vídeo. Mas o inicio já gostei bastante.
 

Tato BR

Viciado
PXB Gold
5,744
1,544
São Paulo
#12
Eu acho que especificamente no Red Dead Redemption 2, faz muito mais sentido você ter a honra alta. O Arthur Morgan é um bandido, mas logo no começo do jogo você percebe que ele não é no mesmo estilo do Dutch ou Micah. Lembre-se como o Arthur reagiu quando ajudou o Micah a fugir da prisão em Valentine, dizendo que não precisava ter matado tanta gente.

Eu achei o fim desse jogo muito mais doloroso porque não é uma morte repentina. Quando você é diagnosticado com tuberculose, já dá pra saber que é o fim do Arthur, e ali começa uma corrida moral dele para se redimir e tentar fazer o bem. Durante dezenas de horas, dá pra ver como a doença está acabando com ele, escutamos o Arthur mencionar várias vezes que vai morrer, desmaia a torto e a direito, confessa à freira na estação de trem que está com medo... O fim não é apenas da sua passagem a Van Horn para salvar a Abigail até a morte no penhasco, ele começa ali quando você cai do cavalo em Saint Denis e tem alucinações no meio da cidade, depois de sair do médico.

O fim do Arthur é ideal, fazendo jus ao nome do jogo. Com a personalidade dele, foi muito melhor morrer sabendo que fez o bem do que morrer como um bandido. No fim, ele ajudou muitas pessoas e deu uma oportunidade ao John.

Quando ao epílogo, achei uma ótima conexão com o primeiro jogo. Atenção aos detalhes: tudo se resume ao momento em que o John fala o nome real em Valentine, mesmo não precisando. Dá merda indo para o rancho, e dá merda novamente quando ele comete o mesmo erro em Blackwater. Foi lá que o maldito Edgar Ross ficou sabendo onde o John estava. Tudo isso torna o fim do primeiro Red Dead Redemption ainda mais triste, porque embora o Arthur tivesse pedido para o Marston sair daquela vida, que outra opção ele tinha para dar uma vida decente à familia?

Essa franquia inteira é uma grande tragédia.
 
41
27
Franca/SP
Xbox Live
Zetto22
#13
A partir do momento em que ele é diagnosticado eu joguei com um nó na garganta. Ouvir a respiração chiada e as tosses me deixavam mal.
Na última cavalgada eu sabia que tava indo pra morte e, ver o cavalo morrer e a cena com o Arthur me fez chorar um pouco. A morte dele eu já esperava desde antes do lançamento, mas ainda assim me deixou e deixa comovido até hoje. Que personagem.

Já o epílogo foi bom e decepcionante ao mesmo tempo. Bom por ver como o John construiu a vidinha dele até RDR1 e decepcionante por simplesmente esquecerem e cagarem pro Arthur. Ele mal é citado. Fora que quando ele encontra o Mickey, aquele mendigo locão, ele diz que não sabia se Arthur era uma boa pessoa. Isso me incomodou profundamente.
 
8,910
5,394
#14
Já o epílogo foi bom e decepcionante ao mesmo tempo. Bom por ver como o John construiu a vidinha dele até RDR1 e decepcionante por simplesmente esquecerem e cagarem pro Arthur. Ele mal é citado. Fora que quando ele encontra o Mickey, aquele mendigo locão, ele diz que não sabia se Arthur era uma boa pessoa. Isso me incomodou profundamente.
O Arthur é mencionado sim em vários momentos, mas o que achei mais legal é que se você deixar missões de estranhos pra concluir e voltar lá com o John, ele vai explicar pra esses NPCs que o Arthur morreu e que ele resolveu visitar porque leu sobre eles no diário. Inclusive é possível e faz parte de uma conquista visitar o túmulo do Arthur.

E o John no momento final do jogo antes de encontrar o Micah põe o chapéu do Arthur. Foi uma vingançae e ao mesmo tempo homenagem.
 
10,584
9,406
Xbox Live
ravictal
#15
Eu joguei de cara ruim e não me arrependi não. Achei até que combinava mais com o Arthur sendo um bandido.

Tem alguns momentos que as moças do acampamento chamam ele pra conversar, tenho certeza que isso acontece independentemente do carma, mas com carma ruim ele fala das mortes de inocentes como se fosse uma doença mental, um vício. Não de forma maquiavélica mas como se fosse algo nele que ele não conseguisse evitar.

Esses diálogos são excelentes.

É o final também, Micah matando Arthur com um tiro na cabeça, para um guerreiro como o Arthur diz ser, achei bem mais apropriado do que morrer de tuberculose.

É também motivou mais o John, ao me ver. Porque no outro final, Micah não é responsável direto pela morte do Arthur. Com o Micah matando, fica aquela dúvida, será que ele não escaparia da tuberculose?
 
211
154
Joinville, SC
Xbox Live
gluccafaedo
#16
É também motivou mais o John, ao me ver. Porque no outro final, Micah não é responsável direto pela morte do Arthur. Com o Micah matando, fica aquela dúvida, será que ele não escaparia da tuberculose?
Naquela época um diagnostico de tuberculose era o mesmo que ser diagnosticado com HIV nos anos 60, sentença de morte.
 
8,910
5,394
#17
Eu joguei de cara ruim e não me arrependi não. Achei até que combinava mais com o Arthur sendo um bandido.

Tem alguns momentos que as moças do acampamento chamam ele pra conversar, tenho certeza que isso acontece independentemente do carma, mas com carma ruim ele fala das mortes de inocentes como se fosse uma doença mental, um vício. Não de forma maquiavélica mas como se fosse algo nele que ele não conseguisse evitar.

Esses diálogos são excelentes.

É o final também, Micah matando Arthur com um tiro na cabeça, para um guerreiro como o Arthur diz ser, achei bem mais apropriado do que morrer de tuberculose.

É também motivou mais o John, ao me ver. Porque no outro final, Micah não é responsável direto pela morte do Arthur. Com o Micah matando, fica aquela dúvida, será que ele não escaparia da tuberculose?
Tudo desculpa porque você roubou e matou a rodo.

:joy:
 
10,584
9,406
Xbox Live
ravictal
#18
Tudo desculpa porque você roubou e matou a rodo.

:joy:
Quando terminei fui correndo no youtube pensando que o Arthur poderia de alguma forma escapar se eu tivesse jogado diferente, mas não. Alívio.

Mas ó, joguei livre sem me preocupar se minhas ações iam aumentar ou diminuir o carma. E a diferença no final é mínima. Não acho que valha a pena se esforçar pelo carma máximo positivo nesse jogo.
 
2,320
2,207
Barbacena
Xbox Live
IronLexPM
#19
Quando terminei fui correndo no youtube pensando que o Arthur poderia de alguma forma escapar se eu tivesse jogado diferente, mas não. Alívio.

Mas ó, joguei livre sem me preocupar se minhas ações iam aumentar ou diminuir o carma. E a diferença no final é mínima. Não acho que valha a pena se esforçar pelo carma máximo positivo nesse jogo.
Mas não tem esforço pra conseguir o carma bom. Joguei super de boa, só não saia matando geral e todo ponto que aparecia no mapa eu acabava ajudando. Acredito que ser mau que deve dá trabalho pois com carma alto já era um saco os caçadores de recompensa, fora que davam descontos nas lojas, direto ganhava coisas e dinheiro...
 
Última edição: