Epic Games terá loja concorrente do Steam

8,927
5,408
#22
Começa uma nova era.
Só se a EPIC melhorar muito aquele site que ela chama de loja. Sério, aquilo ali ainda está pra amadorismo puro.

O Steam já vive sem AAAs de peso desde que a EA e a Blizzard decidiram não vender lá.

No entanto, a Valve precisa se mexer e sair da zona de conforto, mas não é a Epic que está incomodando ainda.
 

ronabs

Opa
Moderador
10,836
20,119
Porto Alegre
#23
To gostando dos jogos gratuitos da Epic Store. Conan Exiles não me interessa, Super Meat Boy já tenho, mas What Remains of Edith Finch vai fazer eu baixar o launcher hoje de noite. E com dois jogos grátis/mês em 2019, pode ser que pinte mais coisa boa.

Mas tem que providenciar moeda local logo.
 

SouzaRJ

Acho que to ficando velho
PXB Gold
9,257
6,626
Nova Iguaçu - RJ
Xbox Live
SouzaRJ
#27
Com o tempo deve melhorar esse quadro ai.

Principalmente que a Epic já tem um "molde" com a Steam do que fazer com o cliente deles.


Enviado de meu Zenfone 4 Max usando Tapatalk
 
8,927
5,408
#29
Tremenda palhaçada e falta de respeito com os consumidores isso aí.

Uma coisa é você anunciar desde o começo que vai lançar o jogo em uma loja específica. Outra muito pior é você mudar e decidir colocar uma exclusividade faltando semanas pra lançar o jogo. Quem estava esperando poder comprar no Steam pagando preço local, pode esquecer e ir lá pra lojinha mequetrefe da Epic e torrar 50 USD, ou esperar um ano pra poder jogar no Steam (se não comprou antes da exclusividade).

Estão transformando o cenário de jogos no PC em uma completa bagunça. A Valve tem culpa nisso sim também, mas a Epic nem de longe é a salvadora preocupada com consumidores aí.
 

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,199
11,276
#31
Tremenda palhaçada e falta de respeito com os consumidores isso aí.

Uma coisa é você anunciar desde o começo que vai lançar o jogo em uma loja específica.
Pois é, a Quantic Dream fez bem assim como você sugeriu, anunciou direto na outra loja.

E daí ninguém reclamou.
Mais ou menos.
:laughing:
 
8,927
5,408
#33
Pois é, a Quantic Dream fez bem assim como você sugeriu, anunciou direto na outra loja.

E daí ninguém reclamou.
Mais ou menos.
:laughing:
Bom, se nem no PS3 e 4 eu me interesso por jogar novamente Heavy Rain, não será agora no PC e pela Epic que vou me interessar. Acho que a Sony só aceitou a grana aí pra recuperar o investimento.

Infelizmente o cenário no PC está cada dia pior por essa prática da Epic. Não é concorrência, é prática desonesta de forçar o consumidor a ficar condicionado a comprar com eles. Fora o escândalo que foi terem descoberto que o cliente da Epic é um spyware disfarçado.

Não verão meu dinheiro sob hipótese alguma.
 

Saci

Heimdall dos Pampas
Moderador
9,199
11,276
#35
Karma é complicado.
O Tim Sweeney foi um grande crítico do modelo UWP apresentado pela MS, alertando sobre os riscos do Windows deixar de ser uma plataforma aberta.

"Well, I should be very clear," Sweeney said. "The thing that I feel is incredibly important for the future of the industry is that the PC platform remains open, so that any user without any friction can install applications from any developer, and ensure that no company, Microsoft or anybody else, can insert themselves by force as the universal middleman, and force developers to sell through them instead of selling directly to customers. I’ve been selling games directly to customers since 1991 when I was mailing out floppy disks, and when you take that power away suddenly you have onerous certification processes, you have a distribution monopoly that tends to move towards an advertising-centric sales model. "

Ele não está forçando os desenvolvedores, esses estão sendo incentivados. Porém, os consumidores estão sendo obrigados a consumir determinados jogos no PC pela loja da Epic. Tem a sua ironia, mas ele pode alegar que "sempre se preocupou com o lado dos desenvolvedores antes de mais nada".

Ele, no fundo, pode até não ter se traído. Mas agora, quando ele fizer discurso contra corporações malvadas, as pessoas vão ler com outros olhos.
 
8,927
5,408
#36
Karma é complicado.
O Tim Sweeney foi um grande crítico do modelo UWP apresentado pela MS, alertando sobre os riscos do Windows deixar de ser uma plataforma aberta.

"Well, I should be very clear," Sweeney said. "The thing that I feel is incredibly important for the future of the industry is that the PC platform remains open, so that any user without any friction can install applications from any developer, and ensure that no company, Microsoft or anybody else, can insert themselves by force as the universal middleman, and force developers to sell through them instead of selling directly to customers. I’ve been selling games directly to customers since 1991 when I was mailing out floppy disks, and when you take that power away suddenly you have onerous certification processes, you have a distribution monopoly that tends to move towards an advertising-centric sales model. "

Ele não está forçando os desenvolvedores, esses estão sendo incentivados. Porém, os consumidores estão sendo obrigados a consumir determinados jogos no PC pela loja da Epic. Tem a sua ironia, mas ele pode alegar que "sempre se preocupou com o lado dos desenvolvedores antes de mais nada".

Ele, no fundo, pode até não ter se traído. Mas agora, quando ele fizer discurso contra corporações malvadas, as pessoas vão ler com outros olhos.
Não se traiu não porque ele sempre foi bem cretino. Só buscar aí as declarações antigas dele tratando bem mal o público de PC que sempre ajudou a Epic a ser o que é.

Pra fechar, não é só o problema da Epic comprar exclusividade dentro de uma plataforma que sempre foi aberta, mas sim que além disso fez da própria loja um spyware chinês indecente. Aí é chegar no fundo do poço da canalhice. Tem muito dinheiro da Tencent na Epic, embora ele negue que os chineses tenham alguma influência, é só baixar o client e analisar:

 
8,927
5,408
#37
Só acrescentando: parece que a estratégia suja da Epic já vem falhando e eles já admitem que não devem continuar comprando exclusividades. Não aguentaram a pressão ou estão perdendo muito dinheiro pra pouco ou nenhum retorno, ou ainda as duas coisas. Quando se questiona os números de vendas de Metro Exodus, tudo o que sabem repetir é que ele vendeu mais que Metro Last Light no Steam, ou seja, uma comparação sem pé nem cabeça, já que Last Ligth não teve 1/3 do marketing que o Exodus teve. Sem falar que o LL ainda teve uma segunda versão, mas nem é essa a que a Epic faz comparação. Com isso, fica claro que não vendeu bem para que possam falar abertamente de números.
 
Curtidas: SouzaRJ